Setor Censitário – Renda e População

Acesso: livre

Fonte: IBGE

Atualização: conforme divulgação dos dados do censo do IBGE.

Ultima Atualização: 2000 para cidade de SP e 2010 para cidades do Interior

Metodologia:

Foram escolhidas dentre todas as variáveis disponibilizadas pelo IBGE, aquelas que mais se identificavam com as análises do mercado imobiliário: renda do chefe de família e número de habitantes.

Divisão de classes:

Cálculo realizado de acordo com o rendimento nominal mensal em salários mínimos, recebido pelo responsável pelo domicilio particular permanente, sendo:

  • Classe A: acima de 20 salários mínimos
  • Classe B: entre 10 e 20 salários mínimos
  • Classe C: de 5 a 10 salários mínimos
  • Classe D: de 2 a 5 salários mínimos
  • Classe E: menos de 2 salários mínimos

A cor demonstrada no mapa refere-se a classe predominante de cada setor censitário.

Para acessar a participação de cada classe dentro de um setor, basta utilizar o botão de Informação: Botão de informação

Lei de Zoneamento (vigente até Fev/2005)

Acesso: restrito para associados

Fonte: Secretaria Municipal de Planejamento

Atualizaçao: vigente até fevereiro de 2005.

Atenção: As informações contidas no site nao substituem consulta as leis vigentes sobre cada assunto, aos órgaos competentes e aos profissionais de cada área.

Favelas

Acesso: livre

Fonte: Secretaria Municipal de Habitação

Atualização: 2000

Bancos

Acesso: livre

Fonte: site dos bancos

Atualização: anual

Última atualização: 2012

Metodologia: Foram coletados os dados referentes aos bancos cadastrados e autorizados a funcionar segundo o BACEN (Banco Central do Brasil).

Super e Hipermercados

Acesso: livre

Fonte: site das grandes redes de supermercados

Atualização: anual

Última atualização: 2012

Metodologia: Foram coletados os dados referentes aos supermercados: Carrefour, Compre Bem, Extra, Pao de Açúcar e Walmart.

Escolas Públicas e Privadas

Acesso: livre

Fonte: Secretaria da Educação do Estado de Sao Paulo

Atualização: anual

Última atualização: 2012

Metodologia: dados de escolas públicas municipais e estaduais e escolas privadas.

Valor Venal de Face de Quadra (R$/m²)

Acesso: restrito para associados

Fonte: Secretaria Municipal de Finanças

Atualização: anual

Última atualização: 2013

Metodologia: o valor venal divulgado no GeoSecovi é um valor venal médio de face de quadra.

Atenção: As informações contidas no site nao substituem consulta as leis vigentes sobre cada assunto, aos órgaos competentes e aos profissionais de cada área.

Cálculo Automático de Outorga Onerosa

Acesso: restrito para associados

Fonte: Secretaria Municipal de Planejamento

Atualização: 2013

Metodologia:

A Contrapartida Financeira relativa a cada m² de área construída adicional, em Reais (R$), foi calculada de acordo com a seguinte fórmula:

CT=FP x FS x B

sendo:

CT = Contrapartida financeira relativa a cada m² de área construída adicional, em Reais.

FP = Fator de Planejamento

FS = Fator de Interesse Social

B = Benefício econômico agregado ao imóvel, calculado segundo a seguinte equação:

 

B = VT / CAB

sendo:

VT = Valor venal do m2 do terreno fixado na Planta Genérica de Valores

CAB = Coeficiente de Aproveitamento Básico

 

Atenção: As informações contidas no site nao substituem consulta as leis vigentes sobre cada assunto, aos órgaos competentes e aos profissionais de cada área.

Nova Lei de Zoneamento (Lei 13.885/04)

Acesso: restrito para associados

Fonte: Secretaria Municipal de Planejamento

Atualização: vigente desde agosto de 2004

Metodologia: Foram utilizados os dados publicados no Diário Oficial de 06 de outubro de 2004, nº189, referente a Lei nº 13.885 de 25 de agosto de 2004.

Atenção: As informações contidas no site nao substituem consulta as leis vigentes sobre cada assunto, aos órgaos competentes e aos profissionais de cada área.

Bens Tombados

Acesso: restrito para associados

Fonte: Prefeitura do Município de S. Paulo

Atualização: anual

Última atualização: 2012

Metodologia: Levantamento de todas as resoluções que mencionam o imóvel em análise, segundo os conselhos Condephaat, Conpresp e Iphan, disponíveis no site da Prefeitura de S.Paulo.

Áreas Contaminadas

Acesso: restrito para associados

Fonte: Cetesb

Atualização: anual

Última atualização: 2011

Metodologia: Áreas consideradas efetivamente contaminadas pela Cetesb.

Projetos Aprovados

Acesso: restrito para associados

Fonte: Prefeitura do Município de S.Paulo

Atualização: bimestral

Metodologia: Levantamento dos projetos residenciais e não residenciais aprovados pela Prefeitura, na cidade de S.Paulo.

Pontos de Alagamento

Acesso: restrito para associados

Fonte: CGE - Centro de Gerenciamento de Emergências

Atualização: anual

Última atualização: 2012

Metodologia: Pontos que frequentemente alagam, em dias de chuva, na cidade de S.Paulo, segundo levantamento do Centro de Gerenciamento de Emergências.

Operações Urbanas

Acesso: restrito para associados

Fonte: Prefeitura do Município de S. Paulo

Última atualização: 2012

Metodologia: Operações urbanas vigentes na cidade de S.Paulo.